Complicações mais comuns das varizes

É comum, portanto, que os pacientes não estejam cientes das principais complicações das varizes, até mesmo dos reais riscos que esse problema pode representar para a saúde.

Elas acontecem quando há um alargamento das veias, ou seja, um aumento em seu calibre. As veias contêm válvulas unidirecionais que fazem o sangue fluir para cima em direção ao coração quando estão funcionando normalmente. Alguns fatores levam as veias a se dilatar e as válvulas começam a falhar. Um certo volume de sangue vai ficando estagnado na perna. Mas, afinal, quais são as complicações das varizes? O que elas podem gerar para o organismo?

Fique atentos aos sinais:

1. Dores e desconforto

Uma das primeiras consequências observadas com o avanço das varizes é a ocorrência de dores e de desconfortos na região das pernas. Com o tempo, o volume de sangue parado na região torna os membros inferiores pesados, dificultando a realização de atividades cotidianas e provocando até mesmo uma queda na energia.

As dores vêm em seguida e podem ter uma sensação de queimação ou de constrição, ou seja, como se algo estivesse comprimindo as pernas com muita força. Vale a pena ressaltar que cremes e loções podem até aliviar alguns desses sintomas, mas não resolvem o problema.

2. Úlceras varicosas

Quando falamos sobre úlceras, normalmente pensamos nas feridas que atingem o trato gastrointestinal, certo? No entanto, esse nome pode se referir a uma série de feridas. As aftas, por exemplo, são um tipo de úlcera. E as varizes também podem gerar esse problema, só que na região das pernas!

As úlceras varicosas, como são chamados esses ferimentos, ocorrem por conta de problemas na circulação do sangue nos membros inferiores. O sangue, ao ficar “parado”, fragiliza o tecido cutâneo por não conter oxigênio suficiente para a pele e gera essas lesões, que têm uma cicatrização bastante problemática e podem trazer muito desconforto ao paciente.

3. Dermatite ocre

Outro problema de origem bastante parecida com a das úlceras varicosas é a dermatite ocre. Ocre é o nome dado a uma tonalidade que fica entre o laranja e o marrom e dermatites são inflamações na região da pele. No caso das varizes, elas atingem normalmente os tornozelos e a parte inferior da canela.

Estagnação sanguínea, causada pelos problemas circulatórios, também é a responsável por essa condição. O sangue, quando parado, começa a extravasar e a liberar um pigmento rico em ferro na pele. Reverter o escurecimento da região é um processo complicado e, por isso, a prevenção é sempre o melhor caminho.

4. Tromboflebite e Trombose Venosa Profunda

Em casos mais graves, a Doença Venosa Crônica pode evoluir para um quadro bastante perigoso, porém distinto: as tromboses. Elas ocorrem devido à insuficiência venosa, ou seja, à incapacidade de bombeamento adequado do sangue.

Nesse cenário, os coágulos, também chamados de trombos, se formam e se alojam em determinadas partes da veia, bloqueando ainda mais o fluxo sanguíneo. Com isso, ocorre uma interrupção de circulação e, consequentemente, do transporte de oxigênio para os tecidos, o que pode gerar consequências graves.

referências: Sociedade Brasileira de Angiologia/Spacovascular

×