Diabetes: perigosamente silenciosa

Diabetes: perigosamente silenciosa

Estima-se que, atualmente, cerca de 6% da população brasileira seja portadora da diabetes. A diabetes é uma doença perigosa e que se desenvolve de maneira silenciosa no organismo do paciente. Diferente de outras doenças, a diabetes não possui sintomas tão característicos em sua fase inicial, identificada como pré-diabetes, por isso, pode demorar para a identificação do problema e diagnóstico médico. Principalmente porque, boa parte dos pacientes, não visitam o consultório médico para a investigação de uma diabetes, e acabam descobrindo a doença em um exame de rotina e com a doença já em desenvolvimento.

Existem diferentes tipos de diabetes, que é caracterizada como a incapacidade do organismo em produzir ou administrar adequadamente a insulina. Mas você pode estar se perguntando: “o que é essa insulina que tanto ouço falar?”, a insulina é o hormônio necessário para que o organismo consiga controlar a quantidade de glicose que recebemos diariamente. É a insulina que irá absorver dos alimentos a energia necessária. Isso significa que, quando não há a produção dela, o nosso corpo não consegue filtrar o açúcar recebido diariamente nas correntes sanguíneas. O resultado? O índice de glicemia sobe e o estado de diabetes é decretado pelo organismo.

Embora não haja sintomas específicos, existem uma série de fatores que contribuem para o desenvolvimento dos tipos de diabetes. A disposição genética está no topo da lista, mas a ausência de hábitos alimentares saudáveis também contribui para o desenvolvimento da diabetes, nesse caso, o tipo 2 da doença. Atualmente, cerca de 13 milhões de pessoas convivem com a diabetes, mas esse número tende a crescer nos próximos anos, justamente, pelo aumento de hábitos modernos prejudiciais à saúde. Uma dieta a base de gorduras, ausência de proteínas, rica em açúcar e somada ao sedentarismo, são algumas das causas que fazem esse número crescer anualmente.

Identificando os tipos de diabetes

A diabetes pode se manifestar em diferentes tipos: diabetes tipo 1, diabetes tipo 2 e ainda a diabetes gestacional. Acompanhe abaixo os fatores que contribuem para o seu desenvolvimento.

Diabetes tipo 1: dentre os diferentes tipos de diabetes, encontramos o tipo 1. Essa identificação diz respeito à uma própria mutação do organismo, que acaba destruindo as células beta, que são responsáveis pela produção da insulina. Assim, ao invés do açúcar ser direcionado para gerar energia ao corpo, acaba se concentrando em altos níveis na corrente sanguínea. Esse desequilíbrio leva ao estado da diabetes tipo 1, que normalmente é controlado com a administração diária de insulina. Atualmente, não há uma causa cientifica, além dos fatores genéticos, que indiquem o motivo pelo qual há esse descontrole do organismo e ataque as próprias células.

Diabetes tipo 2: neste outro tipo de diabetes, não há uma ação de ataque as células. O que acontece é que o organismo não consegue administrar corretamente a insulina gerada pelo organismo. Cerca de 90% dos pacientes diagnosticados com a diabetes, possuem o tipo 2, manifestando normalmente na fase adulta, a partir dos 40 anos, podendo ter influência direta com o sedentarismo e má alimentação. No caso da diabetes tipo 2, pode haver um controle do caso através da alteração de dieta e prática de atividades físicas, além da administração de insulina em alguns casos.

Diabetes gestacional: como o nome já sugere, esse tipo de diabetes se manifesta durante a gestação, por conta das alterações hormonais e no organismo da mulher. Consequentemente, o pâncreas produz mais insulina também, podendo gerar o quadro de diabetes gestacional. Por esse motivo, mulheres que já possuem um histórico familiar ou idade maternal avançada, devem dar uma atenção maior ao controle do açúcar nesse período, principalmente para que não haja complicações no parto e na saúde do bebê.

Como cuidar da minha saúde e prevenir a diabetes?

Após ter conhecimento sobre os diferentes tipos de diabetes, chegou a hora de você passar a dar maior atenção à sua saúde, não é verdade?! Para isso, simples medidas podem auxiliar o seu organismo e preveni-lo da diabetes. Atente-se para os seguintes pontos e tenha uma vida mais saudável!

– Pratique atividades físicas com frequência.

– Tenha uma dieta balanceada e não exagere em gorduras e no açúcar.

– Se tem um histórico familiar, redobre a atenção.

– Esteja em dia com os seus exames de rotina.

– O controle da glicemia também deve fazer parte da sua rotina.

Cuide mais da sua saúde e leve uma vida mais saudável! 

×