Quais os riscos de realizar jejum intermitente sem orientação de um nutricionista?

O jejum intermitente é uma estratégia para otimizar a saúde e pode levar a perda de peso. Consiste em aumentar o intervalo de tempo entre as refeições, ingerindo assim uma pequena quantidade calórica.

É importante destacar que o jejum intermitente não é uma dieta. É considerado jejum ingerir de zero a 25% da necessidade de calorias diárias.

Não faça jejum intermitente por conta própria. Caso queira realizar, busque orientação com o seu nutricionista.

QUANDO PROCURAR O NUTRICIONISTA?

1. Emagrecimento

O especialista da área analisa o histórico de saúde do paciente visando montar a dieta mais adequada com base nas suas metas – sem que ele sinta carência de vitaminas e sais minerais importantes para o corpo.

2. Ganho de peso ou massa muscular  

Além de ajudar a emagrecer e a manter o peso ideal, o nutricionista também auxilia no ganho de peso para pessoas e atletas que desejam aumentar a massa muscular. Com base nas necessidades, metas e particularidades do paciente, o profissional monta uma dieta adequada, incluindo os alimentos mais recomendados para o pré e pós-treino.

3. Restrições alimentares 

Se você apresenta intolerância a lactose ou glúten, por exemplo, o nutricionista é o profissional que vai te ajudar a criar refeições saudáveis apenas com os alimentos que você pode consumir. Novos métodos de preparo também podem ser indicados pelo especialista, tornando a experiência de se alimentar muito mais agradável e apetitosa.

4. Controle de doenças crônicas 

Pacientes diagnosticados com doenças crônicas influenciadas pela alimentação, como o colesterol alto, diabetes tipo II e hipertensão, não só podem, como devem ser acompanhados por um nutricionista. O especialista está apto para indicar os alimentos que você pode consumir e os que precisam ser evitados de uma forma muito mais inteligente.

5. Imunidade

Manter uma boa alimentação não deve ser um hábito apenas quando surge alguma necessidade. Alimentar-se corretamente, de forma equilibrada e evitando excessos, deve fazer parte da sua rotina, pois ajuda a melhorar a imunidade, a prevenir doenças cardiovasculares e a cuidar do seu corpo como um todo – “você é o que você come”, já

×